sábado, 12 de junho de 2010

HISTÓRIA DE IPUEIRA - WIKIPÉDIA

Ipueira, foi anteriormente habitada pelos pegas, nação indígena da grande família dos cariris. Segundo a tradição, seu nome originou-se do hibridismo de iapo – igapó e do sufixo português eira. O nome Ipueira tem a significação de lagoeiro, terreno alagado ou represa natural.

Em 1925, Nestor lima relatava que a fazenda Riacho Fundo, hoje a atual cidade Ipueira, de João Manoel de Medeiros, situada no riacho dos bois, afluente do rio Sabugi e este do Seridó, pertencente ao município de Serra Negra do Norte, possuía engenho de rapadura, um pequeno açude e lavouras de cereais. Por morte de seu proprietário, João Manoel de Medeiros, foram seus bens repartidos entre os filhos, dos quais Francisco Alencar de Medeiros e João Alencar de Medeiros se prontificaram a doar o terreno destinado à construção de um pequeno povoado e de uma capela em honra de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em cumprimento a uma promessa feita por seu pai.

Os doadores, não querendo encarregar-se dos trabalhos da fundação e da direção do povoado, fizeram um convite ao Sr. Francisco Quinino de Medeiros, para que ele enfrentasse a luta de tão grande glória e honra para a família, o qual aceitou, sem vacilar, pois, há muito tempo, tinha esse desejo de trabalhar pelo engrandecimento de sua terra. Os trabalhos de desbravamento do campo para localização do povoado foram iniciados no dia 3 de março de 1939, tendo-se prolongado até junho do mesmo ano. A escritura do terreno doado, medindo 100 braças de frente e 150 de fundos, foi lavrada pelo Sr. José Carlos de Medeiros, tabelião do 1º cartório de são João do Sabugi, deste estado, aos 27 de abril de 1939.

No dia 21 de março de 1939, dia em que o sol marca o seu ponto central (meio nascente) foi tirada uma linha, marcando o centro do povoado, em rumo ao sol que nascia naquele instante e, por conseguinte, foram marcadas as linhas laterais que formariam a quadra em forma de xadrez. O delineamento teve como agrimensores os senhores Francisco Quinino de Medeiros (fundador, José Horácio de Medeiros e Francisco de Assis Dantas.

No dia 5 de agosto de 1939, foi inaugurado o povoado, assistido pelo sr. Descartes Mariz de Medeiros, prefeito municipal de Serra Negra do Norte e o padre Walfredo Dantas Gurgel, de Caicó, celebrante da 1ª missa rezada no povoado, no local onde se erguia uma latada para a antiga feira, em presença de numeroso público que afluía das localidades vizinhas.

No dia 11 de agosto de 1946, foi inaugurado o cemitério público, pelo prefeito Jaime Faria, estando presente monsenhor Walfredo Dantas Gurgel que proferiu bonitas palavras a respeito do melhoramento que o povo estava recebendo.

No dia 1º de janeiro de 1953, foi inaugurado o Mercado Público Municipal. Os trabalhos foram iniciados pelo prefeito Dr. Gorgônio Artur da Nóbrega e concluídos na administração do prefeito Antônio Quintino.

No dia 31 de dezembro de 1956, foi inaugurado pelo prefeito Severino de Assis Dantas a iluminação elétrica, estando presente dom José Adelino, Elvira Lins e demais pessoas do município e do vizinho estado da Paraíba. Em 5 de março de 1960 foi inaugurado o matadouro público na gestão do prefeito Amaury Gurgel.

Em 31 de dezembro de 1963, o sonho virara realidade, Ipueira a partir de então foi reconhecida como município pela Lei Estadual nº 3.016/1963.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou o subtenente PM/RN JOSÉ MARIA DAS CHAGAS, natural de Mossoró-RN, pai de quatro filhos e que tem como base principal de vida:AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS" e AMAR AO PRÓXIMO COMO AMO A MIM MESMO"; ÃLÉM DE SER HUMILDADE E ATÉ A PRESENTE DATA NUNCA ECONOMIZEI UM GOTA DE HONESTIDADE. TENHO A MANIA DE ESCREVER, ESCREVER, ESCREVER, DE LER, LER, LER; DE PESQUISAR. COM CINCO BLOGS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES, CUJA META FINAL É DE CHEGAR AOS 7 BLOGS E 400 LINKS. SOU 95 POR CENTO TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E 5 POR CENTO FLUMINENSE.

MUNICIPIOS